ANALISANDO O CONTRATADO: Wallace


Wallace Reis da Silva

Para o futebol, apenas Wallace. Baiano, nascido em Conceição do Coité, atua como zagueiro, tem 29 anos, altura 1,84cm e é destro. O atleta ingressou nas categorias de base do Vitória no ano de 2003 e  permaneceu no clube até 2010, transferindo-se em 2011 para o Corinthians após queda do Vitória para a Série B do brasileiro. Sob o comando de Tite no clube paulista, Wallace fez 60 partidas, oscilando como titular e reserva e fazendo parte do time campeão da Libertadores e do Mundial de clubes. Em 2013 foi adquirido pelo Flamengo e viveu seu melhor momento como profissional em 2013 e 2014, sendo titular absoluto e capitão do time por diversas temporadas. Em 2016 foi para o Grêmio de Porto Alegre, onde acrescentaram “Reis” ao seu primeiro nome para diferenciar do Volante gremista e também baiano Wallace. Com apenas 17 jogos no Sul e sem agradar o torcedor, Wallace foi cedido ao clube turco Gaziantepspor, onde até aqui foi titular em 14 partidas.

Wallace é velho conhecido da torcida rubro negra baiana, e, inclusive em uma partida contra o próprio Vitória em 2013, marcou um gol pelo Flamengo, comemorando de uma forma bastante agressiva e ainda não explicada pelo atleta, fato este, que ainda encontra-se gravado na memória do torcedor do Vitória.

Suas principais características são: posicionamento, cobertura, passe.


Rende bem atuando como zagueiro pela direita, embora possa atuar também pela esquerda. A maioria dos seus jogos são pela direita, inclusive com atuações recentes na Turquia. 

Pode fazer também a função de  lateral direito e até volante central, onde já atuou no futebol brasileiro.

Vamos evidenciar com capturas, as faixas de campo mais exploradas por Wallace no seu último clube, o Gaziantepspor.

POSICIONAMENTO 


Wallace preferencialmente atua pela direita, porém, pode jogar na esquerda, uma vez que, Kanu parece ser titular na direita.

O jogador tem alguns gols ao longo da carreira, pois, costuma ir bem na bola ofensiva aérea e pelo chão. Em compensação, na bola aérea defensiva, costuma claudicar em tempo de bola, impulsão e posicionamento, fundamentos essenciais para um zagueiro.

MOMENTO OFENSIVO 

É um atleta que possui uma boa leitura de jogo quando seu time está atacando, comanda o avanço da primeira linha para o meio campo e encurta os espaços para o contragolpe adversário. Sabe servir como opção para circular a bola e recebê-la no vazio.

Tem bom domínio de bola e passe, mas, às vezes se desliga e perde a posse.

MOMENTO DEFENSIVO 

Wallace continua com alguns defeitos de formação. Recua demais quando no 1x1 dando espaços ao oponente, acerta alguns botes, mas erra demais também. Trabalha pouco a antecipação, outro fundamento essencial para zagueiro. Esse recuo do atleta de lado, quando combatendo o oponente, continua vulnerável e somente ele pratica essa forma de marcação.

Tem como ponto forte a leitura e senso de cobertura, fundamentos indicados para um jogo de 3 zagueiros ou líbero. Obteve um ganho de experiência e posicionamento na primeira linha consideráveis em suas passagens pelo Corinthians, Flamengo e recentemente na Europa.

Agora, vamos pontuar questões individuais como: física, emocional, técnica, tática e características específicas.

Vamos ao que interessa. Pontuação de 1 a 10:

POSIÇÃO: ZAGUEIRO CARACTERÍSTICAS: posicionamento, passe, cobertura.

FÍSICO: Nota 8 Atleta sem histórico de lesões graves e que se cuida fora de campo.

EMOCIONAL: Nota 7.5 Atleta que se desconcentra do jogo com certa facilidade, ainda que, seja acostumado a grandes jogos.

TÉCNICA: Nota 7.5 Atleta de boa técnica para a função, tem bom passe e tranquilidade para jogar.

TÁTICA: Nota 8.5 Atleta pode fazer outras funções defensivas

FINALIZAÇÃO: Nota 7
Atleta costuma ir bem no momento ofensivo e ajudar seu time

VELOCIDADE: Nota 8 Tem boa explosão física e arranque para zagueiro.

MÉDIA: 7.75 

CONSIDERAÇÕES FINAIS 

Wallace não possui uma estatura que entendemos como razoável para zagueiro, pois, acreditamos que o futebol de hoje exige pelo menos 1,86m em diante. Sabemos também, que existem exceções à regra, porém, o atleta que tem apenas 1,84m, possui sérios problemas na bola aérea defensiva. O ganho de experiência e comportamento tático é visível no seu jogo. Na Turquia, em alguns jogos, continuou mostrando deficiência no 1x1, pois, insiste em recuar demasiadamente, oferecendo campo ao oponente e sendo assim, facilmente batido por dribles e mudança de direção por parte do adversário. O Vitória tenta com Wallace dar um salto de qualidade nos demais zagueiros do time, pois, apesar de possuir atletas com experiência no setor, encontramse no momento, com o emocional ruim e nível baixo de concentração. Sem dúvidas, é um zagueiro que chega para ser titular, mas, não seria o nome que esse colunista teria apostado no cenário atual em que vive o clube. Isso se deve ao fato do time no momento, carecer de um zagueiro que jogue mais pela esquerda, com mais velocidade, forte na antecipação e tempo de bola, fundamentos esses que Wallace não se destaca. Agora, é torcer para que o atleta venha a agregar e corrigir as deficiências dos seus companheiros de zaga.

Por Adson Piedade / @AdsonPiedade 

0 comentários:

Postar um comentário