ANALISANDO O CONTRATADO: Gabriel Xavier

Gabriel Augusto Xavier, o Gabriel Xavier é paulista da Capital São Paulo. Atua como Meia Atacante, tem 23 anos, mede 1,70, e é Canhoto. Atleta revelado nas categorias de base do São Paulo. Mas com passagem até o sub 16 pelo Corinthians. Não temos informações de nenhuma partida pelos profissionais do São Paulo. Xavier aos 19 anos foi atuar na Lusa do Canindé, de 2013 até janeiro de 2015 jogou 40 partidas e marcou 6 gols. Chamou atenção dos grandes clubes na Série B de 2014, e mesmo com a Portuguesa rebaixada para a terceira divisão, o Cruzeiro o contratou para substituir Everton Ribeiro. Pelo clube celeste fez 26 jogos e marcou 2 gols, caiu nas graças do torcedor pelos dribles e pela desenvoltura e dinâmica nas partidas, principalmente jogando a Libertadores de América. Mas de forma estranha não ficou no grupo de 2016 e foi cedido ao Sport Recife fazendo 42 jogos e marcando 4 gols. No Leão da Ilha já visivelmente com mais massa muscular, sofreu na readaptação do corpo, perdendo agilidade, velocidade e arranque. Suas principais características são, dribles, agilidade, visão de jogo. Rende bem jogando como meia extremo pelos dois lados do campo e centralizando atacando o espaço do meia central. Joga também como meia central e descentralizando pros extremos para receber com enquadramento de corpo que o propicie a não sofrer carga nas costas, ou seja, de lado. 

Vamos evidenciar com capturas as faixas de campo mais exploradas por Gabriel Xavier no Sport Recife.

POSICIONAMENTO

Xavier é um atleta que teve boa base e apesar de não ter sido protagonista no Cruzeiro e Sport, eu prefiro ficar na memoria com o Xavier de 2014 da Lusa e primeiro semestre de 2015 no Cruzeiro. Além disso ressalto que não achei ele tão ruim assim no Sport. Como disse, o jogador está em fase de readaptação do ganho de massa muscular que teve no Cruzeiro e que era necessário devido a sua estatura e função que desempenha. Estou torcendo para que seja no Vitória esse reequilibro físico do atleta e que sua agilidade, arranque e velocidade retornem. O Jogador tem bons dribles, boa tomada de decisão pra ultimo passe e boa visão de tabelas. Seu forte não é a finalização e nem a construção, mas compensa com diagonais no vazio, seja partindo do centro pros lados ou dos lados pro centro.   


Na fase defensiva sabe combater na zona, faz perseguições e costuma parar jogadas de forma necessária com faltas.

Na fase de construção sabe criar amplitude pra receber as bolas, trocar passes curtos e inverter bolas. Ataca bem o espaço da zona do 10 e tem visão pra encontrar o companheiro livre.

Na fase ofensiva se destaca pelos dribles com mudança de direção, agilidade com arranques no ultimo terço do campo. Peca muito em finalização de fora da área e tem precisão razoável dentro da área.



Agora, vamos pontuar questões individuais como: física, emocional, técnica, tática e características especificas.

Vamos ao que interessa. Pontuação de 1 a 10:

POSIÇÃO: MEIA ATACANTE   CARACTERÍSTICAS: Dribles, Agilidade, Visão.

FÍSICO: Nota 7
Atleta precisou ganhar mais massa muscular e perdeu agilidade e velocidade. Está em adaptação.

EMOCIONAL: Nota 7
Atleta jovem e em busca de afirmação.

TÉCNICA: Nota 8
Atleta tem bons fundamentos, destaque pro passe e domínio de bola.

TÁTICA: Nota 9
Atleta pode executar várias funções no campo, teve excelente base nesse sentido e vai ajudar muito o Vitória em ocupação de espaço.

FINALIZAÇÃO: Nota 7
Boa precisão de dentro da área. Mas precisa treinar e lapidar esse fundamento urgente.

VELOCIDADE: Nota 8
Atleta cedo ou tarde deve ter de volta suas arrancadas e velocidade de 20 metros. Sem contar a agilidade.

MÉDIA: 7.7

CONSIDERAÇÕES FINAIS

A média geral de Gabriel Xavier pode melhorar no Vitória, caso tenha um ganho no quesito físico e velocidade. Dos meias contratados é o mais ágil e veloz e claro o mais jovem e inexperiente em relação aos demais. Até aqui o vejo como uma peça coringa para um 4-2-3-1 bem executado e planejado. Além disso é um jogador de grupo. No Sport pareceu as vezes sem muita motivação e meio cabisbaixo, talvez sem entender o porque o Cruzeiro não quis aproveitar ele em 2016. No Vitória, se chegar focado, readaptado ao novo biotipo físico e se motivar, vai ajudar bastante o elenco. É um atleta que tem qualidades e vai somar. Desejamos sorte e motivação pra jogar futebol ao atleta. Alegria Xavier! O Rei dos dribles! Força!

Por Adson Piedade / @AdsonPiedade
Foto: Edição nossa / Twitter do Atleta.

Fiquem ai com uns vídeos do atleta. 



Um comentário:

  1. Nós outros contratados vc deu seu parecer caso estivesse na presidência se faria ou não a contratação. Senti falta com relação ao Gabriel Xavier

    ResponderExcluir