FATO CURIOSO: Como Planejar o FUTEBOL Profissional do Vitória

Passando o sonho de como planejar o futebol


Sou critico ferrenho da forma sem rumo que o Esporte Clube Vitória toca o seu Futebol Profissional. Aqui meu foco vai apenas no Futebol Profissional do clube, uma vez que o Futebol de base vem dando frutos desde 1992.

Ainda que em momentos atuais tenhamos problemas na transição da categoria de juniores para a categoria profissional, problema esse também caracterizado pela falta de planejamento estratégico. As categorias de base tem sido uma das principais fontes de renda do clube e desafogo no orçamento financeiro.

Vou muito mais além, acho também que a falta de um titulo de expressão nacional ou intercontinental para o Vitória sempre passou pelo amadorismo dos dirigentes desde quando se tornou um clube de Futebol Profissional para os dias atuais. Cerca de 61 anos.

Se voltarmos na história do futebol brasileiro, vamos ver alguns clubes modestos que já levantaram títulos nacionais dentre eles, campeonatos brasileiro das Séries C, B e A e Copa do Brasil com muito menos expressão no Futebol como clube que o Vitória. Mesmo que possamos hoje dizer que os títulos foram por um acaso do futebol ou termos semelhantes, não dá para não comparar. 

De outra parte, não podemos de maneira alguma tecer as mesmas críticas para os setores de infraestrutura do clube, marketing e finanças. Que se não são os melhores do país, andam bem perto disso e com falhas até aceitáveis.

Partindo do pressuposto que tudo na vida é preciso estudar para aprender, usando o ditado que nada se cria, tudo se copia, fato que o brasileiro sabe bem usufruir, só que nos parece que no quesito campo e bola, os clubes do antigo pais do futebol, relutam em estabelecer modelos de planejamento de Futebol da Europa. Até países vizinhos como México e Colômbia já estão a frente do nosso futebol.

Em alguns outros setores dos clubes brasileiros, modelos de padrão da Europa são seguidos, como plano de sócios, forma de utilizar a marca, e até como construir Arenas. Mas naquilo que move a paixão do torcedor, nada é estudado e implantado, pelo menos da forma que deveria.

Mas Adson, qual seria então uma forma de se Planejar o Futebol? Diante dessa pergunta que deve pairar na mente do torcedor que me ver batendo nessa tecla, resolvi mostrar um passo a passo de planejamento estratégico que estudei em artigos e livros, inscritos por ingleses e até teóricos brasileiros.

Elaborei esse simples Roteiro que não necessariamente terá que ser nessa ordem:

a) Metas e Objetivos

Informar especificamente o que o clube pretende para cada ano - Ex: Se o Presidente fica por três anos, então para cada ano dele, ele define as metas e objetivos. Planejando com meses corridos os três anos juntos.

b) Estudar Tabela e Regulamento das Competições

Após estudo, analisar com o supervisor a logística de viagens, treinos, concentração, folgas, etc. Focar nos regulamentos e terminar sem nenhuma duvida.

c) Estudar os Adversários

Analisar fraqueza e forças dos concorrentes - Analisar os contratados - Mapear dados estatísticos. Comparar peça por peça com o elenco atual e as peças que o clube quer contratar com o dos demais clubes.

OBS: Como o fator casa ainda é muito forte em nosso País, analisar quem seria o melhor treinador com dados estatísticos a ganhar mais pontos fora de casa.

d) Comissão Técnica

Contratar o treinador depois de analise fina do que pensa o Presidente para modelo de jogo.

e) Definir Sistema Tático

E implantar em todo clube, da categoria Mirim aos Profissionais.

f) Atletas

Identificar junto com a comissão técnica, médicos e Diretores, quais jogadores do elenco, atendem aos diversos pré requisitos para cada cada função que o sistema e o modelo de jogo vai precisar.

Como Características especificas, força, grau de concentração, dedicação e foco. E fazer negócios com os que não atendem.

g) Contratações

Definir um numero de apenas 23 jogadores Profissionais abrindo espaço para jogadores das categorias de base.

Reforçar o elenco em suas carências com atletas que atendem os requisitos da letra (F), utilizando analises do setor de inteligencia. Buscando principalmente jogadores de Alto Rendimento, que atuam com frequência, sem muitas lesões e com bom rendimento em campo. Além disso, que atuaram em outros clubes com proposta de sistema e jogo semelhante ao que será implantado.

Definir de imediato questão de premiação. Traçar objetivos individuais como ser titular ou ser um atleta selecionável.

Definir como será as punições.

Consideração Finais 

Bom, é claro que tudo isso passa pela analise do planejamento financeiro do clube e orçamento. Esses setores tem que trabalhar integrados, uma vez que no Brasil não tem a figura do Manager, que acumula funções e lida diretamente com o orçamento do clube para contratações e salario. 

E tudo vai depender do que for traçado dentro da letra (a) para saber o que será investido na letra (g)

Se o objetivos são títulos de grande expressão logo no inicio ou objetivos distintos para cada ano, pois o clube pode escalonar alguns reforços de grande valor para cada ano, uma vez que já teria o modelo definido. Assim começaria a negociar no minimo 6 meses antes com o atleta que já foi identificado como primordial para o sistema, aumentando assim as chances de concretizar. E claro, sempre com plano B e C semelhantes. 

Lembramos que tudo isso é FUTEBOL. E mesmo um Planejamento bem traçado e executado pode vir a não atingir ao máximo o objetivo. Por outro lado, se mesmo assim não ocorrer o planejado, imaginemos como um clube hoje no futebol tão disputado, irá lograr exito nas competições de Alto Nível a médio e longo prazo de qualquer forma? Contratando a cada revês e mudando estrategia e time a cada jogo?

Espero ter aberto um pouco a cabeça do nosso leitor e do torcedor em geral. E não pretendemos de forma alguma esgotar toda a pesquisa que tem o assunto, mas serve muito de introdução a um tema tão em ascensão no Futebol mundial e como reflexão para quem quer pensar o Futebol moderno da maneira que deve ser encarado.

É isso aí galera!

Seja Sócio SMV


Por Adson Piedade / @AdsonPiedade

Foto: Duke. Edu








0 comentários:

Postar um comentário