Alípio Duarte Brandão, o Alípio, é Brasiliense do Distrito Federal. Como a maioria das crianças que sonham em ser jogador de Futebol iniciou como atacante e teve sucesso rápido nas categorias de Base da escolinha de Futebol "Escola dos Toques" e já aos 16 anos foi atuar na Europa pelo Rio Ave, despertando o interesse do gigante europeu Real Madrid. Chegou a atuar pela equipe B madrilenha. Tem visão de campo e espaço acima da media dos jogadores na sua idade atuando no Futebol Brasileiro. Digo com propriedade que ataca o espaço sem a bola como poucos. Apesar de atacante de origem que flutuava bastante no Real Madrid, Alípio atingiu a maturidade em 2015 jogando como Meia Atacante Extremo, atuando mais recuado e se aproveitando dos espaços dos oponentes de baixa qualidade que atuam dentro de competições como a Série B Brasileira deixava. Dentro de um 4-5-1 ou 4-3-3 e até 4-1-4-1, Alípio vai se sentir a vontade atuando numa faixa de campo extrema no 4-1-4-1 ou espelhando a função que Iniesta faz no tripé de meio do 4-3-3 do Barcelona.


Agora, vamos pontuar questões individuais como: física, emocional, técnica, tática e características especificas desses atletas para a posição que costuma jogar e se pode dar certo dentro do Sistema 4-5-1 ou 4-3-3 do treinador Mancini.

Então vamos ao que interessa. Pontuação de 1 a 10:

POSIÇÃO: Meia Atacante   CARACTERISTICAS: Visão, Passe, Drible.

FISICO: Nota 8
Atleta de boa estatura para a função, tem boa compressão física.

EMOCIONAL: Nota 8
Jogador que apesar de jovem é bem rodado e que demonstra em suas entrevistas bastante maturidade nos seus 23 anos.

TÉCNICA: Nota 8
Atleta de boa técnica nos passes curtos, aproximação, tabelas e visão de jogo apurada.

TÁTICA: Nota 8
Atleta que entende bem o jogo e procura adaptar-se rapidamente.

FINALIZAÇÃO: Nota 7
Tem uma boa precisão de chutes a curta distancia.

VELOCIDADE: Nota 8
Tem boa explosão e boa velocidade, sabe explorar essas características em curto espaço.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Alípio é um jogador que esse Colunista contrataria. E já parabenizei o clube nas redes sociais há um mês quando eu soube do interesse. O Software do clube trabalhou bem. É temeroso por uma joia dessas na vitrine da Série A com apenas um ano de contrato e sem amarrar pelo menos mais dois anos caso venha a se destacar. Uma vez, que os direitos do atleta foi adquirido por empresários. Jogador maduro aos 23 anos, órfão de Pai e Mãe que espera ser feliz no Futebol mesmo que não seja nos grandes centros. Foi uma excelente aposta do Clube

É isso ai galera!

Por Adson Piedade / @AdsonPiedade
Foto: Luverdense/Divulgação.