OLHO ABERTO: Existe planejamento no Vitória para 2016?


Existem algumas diferenças entre os clubes que conseguem ter uma boa temporada em relação a outros que passam vexame durante todo o ano. A principal delas é o planejamento.

No futebol brasileiro podemos observar muitos exemplos de clubes que se planejaram corretamente, como o Sport, e vem fazendo bonito na série A, como outros que realizaram um plano totalmente equivocado e agora estão pagando caro, a exemplos de Joinville, Vasco, Coritiba...

Pois bem, vamos voltar as atenções agora ao Esporte Clube Vitória. Um exímio exemplo de como não se deve planejar. São anos de acessos e decessos entre series A e B, e a desculpa é que os times do Nordeste não conseguem ficar mais de 3 anos na elite do futebol brasileiro, a exceção do Bahia (ficou 4 anos na última passagem pela primeira divisão). Mas qual o motivo para isso acontecer? apenas a verba inferior da TV? E por isso deve-se cruzar os braços e aceitar?

Mas o que deveria fazer um clube que pretende ter uma boa temporada? A resposta é, se planejar com antecedência, pensar à frente, e não deixar para a última hora, montando um elenco no meio da competição, como acontece no rubro-negro há anos.

O Vice Presidente do Vitória, Manoel Mattos, homem forte do clube, já concedeu diversas entrevistas a cerca da confiança no acesso e na disputa pelo título. Logo, existe uma certeza de que o clube estará na série A em 2016. Daí o questionamento. Vão esperar a próxima temporada se inciar para montar o planejamento? Enquanto outros times já estão colocando em prática ações visando a temporada seguinte?

No atual elenco, exceto os garotos da base, apenas Ednei e Robert possuem contrato após o final do ano. Sendo que o primeiro é apenas a quarta opção do elenco e com um contrato até 2017, enquanto o segundo ainda não conseguiu a titularidade e possui vínculo até meados de 2016.

Sendo assim, do time considerado titular Fernando Miguel, Diogo Matheus, Guilherme Mattis, Ramon, Diego Renan, Marcelo Mattos (Amaral), Pedro Ken, Escudero, Rhayner, Rogério e Élton; o único que possui permanência garantida para o próximo ano é Ramon, porém, sabemos que o clube não irá fazer força  caso receba uma proposta pelo jovem.

Os demais atletas citados, ou pertencem a outra agremiação e estão aqui por empréstimo, ou ainda discutem uma renovação de contrato. Mas vale salientar que já estamos em agosto, por isso, já podem assinar um pré-contrato com outro clube.

Além de não possuir muitos jogadores que tenham condições de disputar uma série A em alto nível, os poucos que possuem, dificilmente chegarão a um acordo.

Outro questionamento importante. Existe conversas com Vagner Mancini para continuar no clube? Pois para se montar um elenco, é imprescindível ouvir o treinador, saber qual esquema tático será utilizado, para se contratar baseado nas necessidades. Coisa que aconteceu apenas com Caio Jr. em 2013, quando o rubro-negro terminou o Brasileirão da série A na 5ª colocação, com um 4-2-3-1 montado por Caio que participou diretamente das contratações. Será que foi ao acaso o resultado final, mesmo tendo demitido o treinador no meio do ano?

Então torcedor, não se deixe enganar por discursos vazios, quem quer um clube forte, já está planejando desde agora para 2016. Do que irá adiantar um acesso, para um posterior novo rebaixamento?


Por Cassio Santos/@CassioNSantos

0 comentários:

Postar um comentário