Renovação, Pré-contrato, Dívida do Vitória e a real situação de Escudero


O assunto de ontem nas redes sociais girou em torno de uma falsa notícia, compartilhada por inúmeros torcedores do Vitória, preocupados com a não permanência de Escudero para a próxima temporada, e uma ida do atleta para o rival.

Antes de entrar de vez no assunto, é necessário um recado. Torcedor, saiba filtrar melhor a fonte das informações, não acredite em tudo que chega até você.

Dito isso, é importante frisar que não existe pré-contrato de Escudero com o Bahia, além do mais, para uma assinatura desta, o jogador tem que estar a 5 meses e 29 dias do encerramento de seu contrato com o Leão.

Situação com o Vitória - O argentino tem hoje o maior salário do clube, em contrapartida é o jogador mais identificado com a torcida e com maior nível técnico. No entanto, uma lesão no joelho, deixou o atleta por quase 8 meses longe dos gramados, o que atrapalhou seu rendimento em 2014 e o início de 2015.

Baseado neste cenário, a cúpula rubro-negra não tinha a intenção de tratar uma renovação de contrato com Escudero, já que o custo-benefício não era o esperado.

Com a evolução do time em campo, o futebol do gringo também cresceu, voltando a ter uma importância relevante na equipe.

Marketing na jogada - O departamento de marketing, ciente da importância do jogador junta à torcida, e a utilidade que o mesmo tem e terá nas campanhas realizadas pelo clube, já tratou de passar para os mandatários rubro-negros a necessidade da renovação de contrato.

Empresário cobra dívida do Vitória - Em entrevista à rádio Transamérica, Luiz Galante, empresário de Escudero, revelou uma dívida do clube com seu jogador, ainda relacionado a rescisão de contrato com o Boca Juniors. Segundo o agente, o próprio Escudero pagou o valor de R$ 500 mil, para receber do Vitória em algumas vezes, no entanto, apenas a primeira parcela teria sido paga. Lembrando que foi uma negociação da era Carlos Falcão, mas a dívida é do clube.

Renovação complicada - Todos os clubes do futebol brasileiro, até os grandes, estão preocupados com a lei de responsabilidade do futebol, no Vitória não é diferente. Hoje, a diretoria rubro-negra quer renovar o vínculo com o atleta, porém, tentará entrar em acordo, reduzindo até o valor dos seus ganhos atuais, principalmente pela crise existente no futebol brasileiro e pela lei citada anteriormente.

Com esse cenário, vejo uma situação bastante complicada para uma renovação. No entanto, ainda tem muita coisa para acontecer nessa história e tudo pode mudar (futebol é dinâmico). Além do mais, o possível retorno do Leão a serie A, poderá ser um facilitador.


Por Cassio Santos/@CassioNSantos
Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário