OLHO ABERTO: Assembléia, primeiro passo para a democracia


Os sócios-torcedores do Esporte Clube Vitória tiveram na manhã deste sábado (6) a missão de comparecer à Assembléia Geral, convocada para abordar a reforma do estatuto com foco nas eleições diretas no clube.

Debaixo de chuva, os sócios foram chegando timidamente ao santuário, e se concentrando no setor de cadeira, local destinado pela organização do evento. Passado alguns minutos, o sol já era forte e castigava os presentes. 

Início da Assembléia - O presidente do Conselho Deliberativo, José Rocha convocou os representantes dos grupos de oposição para subirem ao palanque. Em um breve discurso, Rocha reiterou o compromisso de Eleições diretas em 2016. 

Oposição Falou - Primeiro representante da oposição a falar, Augusto Vasconcelos, da "Frente 1899", resumiu bem o apelo da torcida rubro-negra. Eleições diretas, prazo de 18 meses para se candidatar e poder votar, além de um Conselho proporcional à porcentagem de votos de cada chapa.

Torcida recebida com vaias - Quando o nome de Gabriel Oliveira (presidente da Torcida Uniformizada os Imbatíveis) foi citado por José Rocha para se fazer presente no palanque, já que o mesmo é suplente na Comissão que discute o novo estatuto, os sócios presentes o vaiaram. Vale lembrar que à torcida organizada apoiava a gestão do ex-presidente Carlos Falcão. Minutos depois, os membros da TUI chegaram ameaçando os presentes devido as vaias, por pouco o clima não esquentou. 

Ponto Chave - A grande discussão girou em torno da data para apresentação do novo estatuto pela Comissão. Enquanto José Rocha propôs a data de 28 de setembro para apresentação do pré-projeto e dia 26 de outubro a assembléia geral deliberativa para aprovar as mudanças, os demais presentes solicitaram que o projeto fosse apresentado já no mês de julho.

E-mail para envio de sugestão - José Rocha divulgou um e-mail para que os sócios possam enviar suas sugestões para alteração do estatuto: reformadoestatutoecv@gmail.com

Apesar de não ter sido definido nada, já que a Assembléia era consultiva, foi a primeira vez que a torcida do Vitória foi ouvida. O fato é, que as eleições diretas vão acontecer em 2016, e o torcedor que quiser votar deverá se associar até o dia 15 de junho, de acordo com José Alves Rocha. 

Agora é aguardar o pré-projeto ser apresentado pela comissão e analisar as mudanças propostas para o novo Estatuto do Esporte Clube Vitória. Estaremos de olhos abertos!

Por Cassio Santos/@CassioNSantos
Foto: Divulgação


0 comentários:

Postar um comentário