FATO CURIOSO: Presidente não aparece em Assembléia e vice tem "chilique"


Dia marcante na vida do Esporte Clube Vitória, a primeira Assembléia Geral para se discutir a reforma do estatuto do clube e, onde estava o presidente Raimundo Viana, que já declarou inúmeras vezes ser a favor das eleições diretas?

Segundo o presidente do Conselho Deliberativo, José Rocha, o mandatário rubro-negro justificou sua ausência informando que viajou para resolver assuntos particulares. E claro, Rocha passou o aviso debaixo de muitas vaias dos presentes.

Quem representou a diretoria foi o vice presidente Manoel Matos, o homem que atualmente manda de verdade no clube. Matos foi o único que divergiu dos demais em seu discurso. O dirigente preferiu seguir a linha de que a democracia não vai resolver todos os problemas, e que as pessoas que falaram sobre as eleições diretas não tinham conhecimento de causa dos problemas internos. Manoel Matos foi desafiado pelos sócios a citar essas dificuldades, porém, chateado, ele resolveu encerrar seu discurso com a seguinte frase em tom irônico: "Essa é a democracia".

O Fato curioso é que a Assembléia contou com inúmeros sócios- torcedores representantes da torcida Vitória Candango de Brasília, que fizeram o papel inverso ao do presidente Raimundo Viana. Eles também viajaram, mas para participar de um dos momentos mais importantes do clube em toda a sua história e estiveram presentes no Barradão.

Por Cassio Santos/@CassioNSantos
Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário